13/06/2017

O ombro e as Injeções de Corticoesteróides






Injeções de corticoesteróides no ombro. São um tratamento efetivo?

Falamos já do uso de injeções de corticoesteróides em indivíduos com fasciíte plantar, e vimos que, além de ausência de benefício clínico significativo havia, também, riscos que aumentavam à medida em que se recebia novas injeções. Essas injeções também podem ser sugeridas para dores no ombro. Será que, nesses casos, ela seria indicada?


Embora no ombro o risco de efeitos colaterais pareça ser menor, o benefício clínico também é duvidoso. De fato, a análise de diversos estudos que avaliaram os efeitos clínicos das injeções de corticoesteróides para o ombro (tendinopatia do manguito rotador) mostra que eles não existem na reavaliação 3 meses após a injeção (1). Ou seja, se há efeito parece ser de duração bastante limitada (algo que dura, no máximo, 2 meses), esse efeito é pequeno, ocorre numa minoria das pessoas (aparentemente, apenas em 1 de cada 5 pessoas submetidas ao tratamento) e novas injeções não trazem benefício adicional (1).


Também no ombro parece ser hora de questionarmos esse tipo de tratamento.




Referências Bibliográficas
1. Mohamadi A, Chan JJ, Claessen FMAP, Ring D, Chen NC. Corticosteroid Injections Give Small and Transient Pain Relief in Rotator Cuff Tendinosis: A Meta-analysis. Clinical Orthopaedics and Related Research? 2017 Jan;475(1):232–43. MOHAMADI et al (2017)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo em comentar e dividir sua opinião. Pedimos apenas que seja respeitoso com todos e que se identifique através de seu nome, profissão e e-mail.

Comentários sem identificação serão moderados e/ou deletados.

TrendsTops

TrendsTops - Agregador de Links

Eu Te Salvo

Uêba

Uêba - Os Melhores Links