Condromalácia/Dor Patelofemoral






Resolva as dores e limitações de seu joelho com um tratamento de última geração para a Condromalácia e a Dor Patelofemoral.

Benefícios e objetivos:
. elimine suas dores
. recupere a amplitude de movimento
. volte a praticar seu esporte
. livre-se do uso de remédios para dor
. previna-se da degeneração articular (artrose)
. previna-se da cronificação das dores
. previna-se da cirurgia

Usamos somente técnicas efetivas, cientificamente embasadas, para o máximo de resultados!





a patela desliza pela 
tróclea femoral ao dobrar
ou esticar o joelho



O que é a condromalácia patelar?
É o desgaste da cartilagem da patela, que fica amolecida e vai, progressivamente, desenvolvendo fissuras.


O que é dor patelofemoral?
É a dor que ocorre na frente do joelho, atribuída à condromalácia, sentida ao redor ou atrás da patela e que costuma aparecer durante ou após atividades nas quais o joelho se dobra. Desde saltar, agachar, correr, subir/descer escadas ou, até mesmo ficar sentado. É conhecida também como "joelho do corredor" por ser encontrada, com relativa frequência, nesses atletas.


Causas
A condromalácia é multifatorial. Diversos fatores podem originá-la, como:

. déficits de força muscular;
. gesto esportivo incorreto;
. calçado inadequado;
. alterações posturais (joelho valgo/varo, pé pronado, etc);
. falta de elasticidade;
. erros do treinamento esportivo (excesso de carga);
. falta de recuperação (pouco sono, intervalo insuficiente entre sessões de treinamento, outros);
. especialização esportiva precoce;
. outros.


Origem da dor
A dor se origina da compressão do osso subcondral (osso que está abaixo da cartilagem). A cartilagem, à qual muitas vezes se atribui a origem da dor, não é inervada, logo não pode causar dor. Porém, seu desgaste pode estar refletindo uma sobrecarga excessiva, que se reflete no osso gerando dor.


Diagnóstico
É clínico, feito através da avaliação do profissional de saúde. Porém, a confirmação de condromalácia é feita através do exame de Ressonância Magnética.


Tratamento
A fase inicial visa a diminuição da dor e, nos casos onde há inchaço (edema) sua redução. 

Após isso, começa a ser realizado um trabalho de correção dos fatores biomecânicos e dos déficits de força muscular causadores da lesão. A análise e reeducação do gesto esportivo é fundamental para alguns atletas. Já o trabalho de fortalecimento necessita ser realizado de uma forma muito individualizada, respeitando-se as amplitudes de proteção do joelho. Dessa forma há proteção contra a exacerbação das dores e acelera-se o processo de recuperação. 

O trabalho de estabilização articular específica para pé/tornozelo, joelho ou quadril é necessário em alguns casos. De forma similar, o uso de eletroestimulação, de técnicas manuais terapêuticas ou de bandagens adesivas devem ser utilizados em situações específicas. 


No tratamento podem ser usados:
. exercícios de fortalecimento muscular;
. exercícios de correção do movimento;
. reeducação do movimento (com e sem o uso de filmagem);
. técnicas de estabilização articular específica (tornozelo, joelho, quadril);
. reeducação postural;
. facilitação neuromuscular proprioceptiva;
. bandagens adesivas ("taping");
. treinamento sensório motor/propriocepção;
. eletroestimulação;
. técnicas manuais de liberação das tensões musculares;
. alongamento;
. outros.

O tratamento dura, em média, 10 a 20 sessões de atendimento.


Se você tem dor patelofemoral ou outras dores em joelho, oferecemos um atendimento especializado. Venha conhecer nosso trabalho. Entre em contato pelos telefones: 3501-9531/3744-6394/9-6587-6510 (Whatsapp).



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo em comentar e dividir sua opinião. Pedimos apenas que seja respeitoso com todos e que se identifique através de seu nome, profissão e e-mail.

Comentários sem identificação serão moderados e/ou deletados.

TrendsTops

TrendsTops - Agregador de Links

Uêba

Uêba - Os Melhores Links